O propósito de um padrão é assegurar um nível mínimo de desempenho. Padrões são estabelecidos como a base para quantificar, comparar, medir ou julgar: Capacidade, quantidade, conteúdo, extensão, valor, qualidade e etc.

Antes de iniciar a crimpagem, escolha um dos padrões de sequência para as pontas. Existem dois padrões mais utilizados: eles são conhecidos como EIA/TIA 568A e EIA/TIA 568B. Ambos funcionam perfeitamente.

padraocabo

Então você me pergunta “Qual a importância de seguir o padrão já que se crimparmos diferente das normas os mesmos funcionam”?  A cor do plástico do fio nos auxilia em distinguir os diversos pares. Para facilitar a identificação, foram adotados cores padrão e sequencia padrão. Assim um técnico poderá examinar a sequencia e saber se a sequencia é “A” ou “B” em cada ponta e saber então se o cabo é “direto” ou “cruzado”.

Um outro exemplo da importância dos padrões e também uma curiosidade para muitos que ainda não sabem, os roteadores utilizados nas residências e em várias empresas com especificações 10/100Mbps só utilizam 2 pares para transferências de dados que são os fios: 1, 2, 3, 6 que representa nos 2 padrões o par verde e o par laranja, que olhando no esquema acima a depender dos 2 padrões só se inverte este 2 pares.

Para utilizar uma rede gigabit, é necessário que os equipamentos tenham especificações 10/100/1000Mbps e além disso os cabos utp’s e conectores devem ser de categoria a parti da “Cat 5” onde todos os pares serão utilizados para passar trafegar a 1000Mbps.

Não vou me aprofundar muito no assunto e caso tenha duvidas pesquise na internet ou envie uma pergunta via comentário.

Curta nossa fanpage em: www.facebook.com.br/servicoti

Acesse também nosso canal no YouTube: Canal Servti