Em computação, virtualização é a simulação de uma plataforma de hardware, sistema operacional, dispositivo de armazenamento ou recursos de rede. Resumindo a grosso modo para que todos entendam, com virtual box você poderá rodar outro Windows, Linux, Android e outros, no seu próprio Windows.

Download: https://www.virtualbox.org/

virtualbox

Nessa imagem vocês podem ver que estão sendo executados vários sistemas operacionais no seu Windows.

Motivos para Virtualização
  • Se quer conhecer a plataforma Linux e não tem outra máquina para tal tarefa;
  • Para instalar Windows de versões inferiores ou superiores da que esta utilizando;
  • Caso queira um Windows ou Linux para testes;
  • Para ver conteúdos +18 e não deixar rastros no sistema onde outros usam rsrsrs;

O virtual box é destinado ao uso de usuários comuns, não recomendado para uso empresarial apesar que em algum ou alguns lugares, o sobrinho do dono da empresa já deve ter instalado e tá lá rodando até chegar um profissional para se impressionar com isso rsrsrs. Para uso empresarial o recomendado é utilizar VmWare ou Hyper-V mas não vou me aprofundar no assunto.

Começo do Tutorial

01 – Baixe e instale o “Virtual Box” e certifique-se de instalar todos os drivers que aparecem como no print abaixo:

Instale todos os drivers que for solicitado na instalação do Virtual Box

Instale todos os drivers que for solicitado na instalação do Virtual Box

2 – Clique em “Novo -> digite o nome desejo para o SO – > Clique em próximo:

3 – O Virtual Box por padrão, informa  a quantidade mínima que o sistema utiliza então, se tem pouca memória deixe por padrão 512Mb ou quanto ele indica. Se tem mais memória ram você pode utilizar mais. Clique em Próximo -> em Disco rígido clique em criar depois sempre próximo:

Se quer se aprofundar no assunto pesquise sobre os tipos de discos virtuais

4 – Nessa parte você pode aumentar ou diminuir a quantidade de disco que a máquina vai utilizar e como no exemplo escolhemos a opção “Dinamicamente alocado”, o disco virtual só vai ocupar o espaço utilizado por o sistema virtual. Depois de escolher o tamanho clique em criar -> quando aparecer o ícone da máquina como no 9 da imagem… Clica em iniciar:

 

5 – Ao iniciar na primeira vez por padrão vai aparecer sua unidade de Cd/Dvd no exemplo, se for instalar através do Dvd basta inserir o dvd no driver e clicar em “iniciar”. No nosso caso, utilizei o ícone da pasta quem está com a seta na imagem abaixo e fui na pasta onde havia a “iso” do Windows, selecionei e cliquei em abrir como na imagem:

 

06 – Com a iso selecionada clique em iniciar:

07 – Nesse passo basta instalar o SO que no exemplo utilizei o Windows 7 mas, também poderia ser Linux tal como Ubuntu:

Exemplo do começo da instalação do Windows.

Exemplo do começo da instalação do Windows.

Muito simples ter uma máquina virtual em sua máquina para testes ou algum outro objetivo que tenha.

Alguns comandos básicos do Virtual Box:

CTRL Direita – Ao utilizar esta tecla dentro da janela da Máquina Virtual, isso fará com que ela capture os ponteiros do mouse e teclado para a VM, ou libere (caso estejam capturados) para o PC Hospedeiro.

CTRL Direita + F – Ativa o modo FullScreen ou retorna ao modo janela (caso FullScreen esteja ativado).

CTRL Direita + Del – Insere CTRL+ALT+DEL

CTRL Direita + P – Pausa o Sistema

CTRL Direita + R – Reinicializa o Sistema

CTRL Direita + H – Desliga o Sistema

Há uma opção muito boa chamada “Snapshots” que faz a cópia do estado atual da máquina assim, caso a sua der problemas… Vai ter uma cópia que pode ser restaurada.

Curta nossa fanpage em: www.facebook.com.br/servicoti

Acesse também nosso canal no YouTube: Canal Servti